Blog

O desfralde na educação infantil

O desfralde é uma das grandes conquistas rumo à autonomia da criança, e também é considerado pelos estudiosos e profissionais da primeira infância como um momento de descobertas, quando a criança toma consciência de suas capacidades de controle e de seu corpo. Para que isso aconteça no tempo adequado da criança, é fundamental que os pais e educadores entendam como se dá essa etapa de desenvolvimento infantil e conheçam as melhores práticas para ajudar as crianças a desfraldarem sem problemas.

Segundo a associação Brasileira de pediatria o ideal é que o processo comece por volta dos 24 meses, nunca antes. A identificação da hora certa para começar o desfralde ocorre a partir da observação dos sinais emitidos pela criança. Um dos primeiros sinais é a criança anunciar que vai quer fazer xixi ou cocô. Forçar o desfralde, desrespeitando o tempo de aprendizado da criança, pode ser prejudicial ao seu desenvolvimento. Alguns desses comportamentos podem levar a problemas graves que se prolongam na infância e vida adulta, como a prisão de ventre.

Durante o desfralde, é comum que as crianças apresentem fases de evolução e regressão. Não querer usar o vaso sanitário, fazer menos cocô do que antes e recusar-se a usar o banheiro da escola são atitudes muito comuns durante essa fase. Outros problemas comuns são reclamar ou chorar quando o adulto sugere que é hora de ir ao banheiro e voltar a fazer xixi na calça após o desfralde completo. Nesses momentos, é necessário prestar atenção aos sinais da criança, ter paciência, conversar e tranquilizá-la em relação ao que possa estar incomodando.

Se a criança tem alguma particularidade que dificulta sua capacidade de controle dos esfíncteres, o desfralde, muitas vezes, precisa ser adiado. Quando não há qualquer comprometimento, deve-se evitar iniciar o desfralde em momentos que coincidem com outras transformações importantes na vida da criança, como: nascimento de um/a irmão/ã, separação dos pais, mudança de casa ou de escola, entre outras.

O desfralde na Mary Poppins

A partir da filosofia construtivista e em consonância com a Associação Brasileira de Pediatria, entendemos que geralmente, uma criança de 2 anos de idade já se encontra madura fisiologicamente e psicologicamente para o início da retirada de fraldas. Entretanto cada criança tem o seu desenvolvimento e o seu tempo para aquisição de habilidades.

Respeitamos o momento de cada criança e a partir da observação individual percebemos os sinais emitidos por elas. A partir disto a família é convidada para uma reunião com a equipe técnica para que se possa saber como é o comportamento da criança em relação a isto fora da escola. Após a reunião fica definido com a família a data de início do desfralde e são passadas algumas orientações. Lembrando que este é um processo que tem data para começar, mas não para terminar, depende de cada criança. O desfralde sempre terá início em casa e a escola em parceria com a família dá continuidade ao processo.

É normal ocorrerem acidentes no início do processo de treinamento dos esfíncteres. Por isso, esse momento não deve ser tratado como prova de inteligência da criança, mas sim como uma etapa de seu desenvolvimento físico e emocional.

Assista ao vídeo da Associação Brasileira de Pediatria sobre o desfralde em:  https://www.youtube.com/watch?v=eOSDFXZmrQY

Bibliografia:

Infância: especialista dá dicas para o desfralde, Em: http://portal.fiocruz.br/pt-br/content/infancia-especialista-da-dicas-para-o-desfralde

Desfralde: conquista importante no desenvolvimento infantil, Em: http://radardaprimeirainfancia.org.br/por-onde-comecar/desfralde/

Scroll Up