Blog

Nutri, e o suquinho na introdução alimentar, pode?

Até 1 ano: NÃO OFERECER SUCOS!

1 ano a 3 anos: 120ml/dia

4 a 6 anos: 180ml/dia

Acima de 7 anos: 240ml/dia

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP – 2017)

Antigamente, na introdução alimentar, os sucos eram alimentos que não poderiam faltar no cardápio dos bebês.

Porém, atualmente as coisas mudaram. Com as recomendações da Academia Americana de Pediatria, a Sociedade Brasileira de Pediatria passou a adotar essa recomendação, somente oferecer sucos de fruta a partir de 1 ano de idade.

Mas por que?

Percebeu-se uma certa substituição das frutas in natura pelo suco e até mesmo no lugar da água.

A capacidade gástrica do bebê ainda está em desenvolvimento. Como no suco a quantidade de fibras fica bem reduzida, o organismo absorve a frutose (açúcar natural das frutas) com mais rapidez, podendo elevar rapidamente os níveis de glicose no sangue.

A água de coco e a água são as opções para os bebês que ainda não completaram 1 ano. Lembrando que a água de coco não substituir a água, ok?

A partir de 1 ano os sucos a serem oferecidos as crianças devem ser de frutas, suco natural. Onde não adicionamos açúcar, nem conservantes.

E como armazenar e transportar o suquinho natural?

Sempre prefira garrafinhas térmicas, nessas o suco pode ser consumido até 3h após o preparo. Alguns sucos sofrem oxidação e o gosto pode ficar alterado com o tempo de armazenamento. Opte por frutas como maracujá, manga, goiaba, caju, acerola. Pingue de 3 gotinhas de limão para ajudar a retardar a oxidação.

O verão está chegando! Vamos aproveitar nossa variedade de frutas e oferecer aos pequenos!

Safra de dezembro: abacaxi, ameixa, amora, banana, cereja, coco, graviola, kiwi, laranja, mamão, manga, maracujá, melancia, melão, nectarina, pêra, pêssego e uva.

Por: Ellen Maurat Prata – CRN 05101344

Nutri, e o suquinho na introdução alimentar, pode?

Até 1 ano: NÃO OFERECER SUCOS!

1 ano a 3 anos: 120ml/dia

4 a 6 anos: 180ml/dia

Acima de 7 anos: 240ml/dia

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP – 2017)

Antigamente, na introdução alimentar, os sucos eram alimentos que não poderiam faltar no cardápio dos bebês.

Porém, atualmente as coisas mudaram. Com as recomendações da Academia Americana de Pediatria, a Sociedade Brasileira de Pediatria passou a adotar essa recomendação, somente oferecer sucos de fruta a partir de 1 ano de idade.

Mas por que?

Percebeu-se uma certa substituição das frutas in natura pelo suco e até mesmo no lugar da água.

A capacidade gástrica do bebê ainda está em desenvolvimento. Como no suco a quantidade de fibras fica bem reduzida, o organismo absorve a frutose (açúcar natural das frutas) com mais rapidez, podendo elevar rapidamente os níveis de glicose no sangue.

A água de coco e a água são as opções para os bebês que ainda não completaram 1 ano. Lembrando que a água de coco não substituir a água, ok?

A partir de 1 ano os sucos a serem oferecidos as crianças devem ser de frutas, suco natural. Onde não adicionamos açúcar, nem conservantes.

E como armazenar e transportar o suquinho natural?

Sempre prefira garrafinhas térmicas, nessas o suco pode ser consumido até 3h após o preparo. Alguns sucos sofrem oxidação e o gosto pode ficar alterado com o tempo de armazenamento. Opte por frutas como maracujá, manga, goiaba, caju, acerola. Pingue de 3 gotinhas de limão para ajudar a retardar a oxidação.

O verão está chegando! Vamos aproveitar nossa variedade de frutas e oferecer aos pequenos!

Safra de dezembro: abacaxi, ameixa, amora, banana, cereja, coco, graviola, kiwi, laranja, mamão, manga, maracujá, melancia, melão, nectarina, pêra, pêssego e uva.

Por: Ellen Maurat Prata – CRN 05101344

Scroll Up