Blog

Novas experiências… Como incentivar o seu filho a comer novos alimentos?

1. Comece com o que ele gosta
A partir de 2 ou 3 anos as recusas são mais frequentes, e o “eu não quero” vira hit nas refeições. Esse comportamento é normal, mas deve ser considerado como parte de um processo de aprendizagem e não algo que vá determinar o paladar dele. Então, comece pelo o que seu filho mais gosta, mesmo que esta lista tenha apenas 7 itens. Monte um prato, por exemplo, com cenoura, arroz e frango, e ponha na mesa outra verdura ou legume, como a beterraba. Dali a 3 dias, misture a cenoura com a beterraba. Progressivamente, vá acrescentando outros alimentos. Lembrando que para incentivar as refeições devem ser feitas em família e nesta todos devem experimentar os alimentos.

2. Estabeleça uma rotina
A idéia não é burocratizar as refeições, mas ter horários ajuda por muitos motivos. Evita que seu filho passe o dia todo “beliscando”. Se você não tem tempo durante a semana ou ninguém que ajude na cozinha, adiante os preparos no fim de semana, como higienizar folhosos, cortar legumes, cozinha e congelar o feijão.

3.Tente novas combinações
Variedade é a palavra. Colorir o arroz com cenoura, acrescentar suco de beterraba a panqueca, o filé de frango e o arroz do almoço virão um risotinho no jantar, a berinjela vira massa de lasanha, etc.

4. Deixe frutas a mão
Fique na altura do seu filho e veja se você consegue pegar com facilidade as frutas que estão guardadas. Caso não alcance, hora de mudar a fruteira de lugar ou reorganizar a geladeira. Ver desperta o interesse.

5. Explore a curiosidade dele
Toda criança é curiosa e gosta de experiências. Combinem de ir à feira ou supermercado juntos e comprar toda semana uma fruta, legume ou verdura diferente. E assim experimentá-los de formas variadas como sucos, cortadinhas, espetinhos, no forno.

6. Inspire-se nos desenhos infantis
Diga que o personagem preferido do seu filho adora comer frutas, legumes, verduras, arroz com feijão.

7. Convide-o para ajudar

Sempre que tiver disponibilidade convide seu filho para ajudar nas preparações ou mesmo ir ao supermercado fazer as comprinhas do mês ou da semana.

8. Prepare refeições especiais
Que tal um jantar de gala com seu pequeno ajudante? Ou um café da manhã no quintal de casa, varanda do apartamento? Ou ainda um piquenique ao ar livre? Quebrar a rotina pode funcionar como um estímulo também.

9. Explique os benefícios
Sempre que puder, explique o que de bom aquele alimento fará por ele. Diga: a laranja ajuda a não ficar gripado, a banana evita dor nas pernas, o mamão ajuda o cocô a sair sem doer o bumbum, a cenoura ajuda a enxergar bem, etc.

​​
 Elaborado por: Ellen Maurat Prata – Nutricionista CRN 05101344 (Fonte de apoio para elaboração do texto: Revista Crescer)

Scroll Up